terça-feira, 23 de agosto de 2011

Roteiro para culto infantil




O culto cristão é composto de uma série de ações. São atos conjugados, praticados pelo adorador, que em conjunto formam o culto. São indispensáveis ao culto verdadeiro:

1) Abertura - A recepção das crianças é muito importante. Receba-os com muita alegria, preparando uma atividade de quebra-gelo que proporcione um ambiente agradável a todos. Como exemplo, convide uma criança para relatar fatos, experiências e situações que estiveram envolvidas durante a semana.

2) Louvor: Inicie o culto com cânticos. Oriente-as que Deus nos dá motivos de alegria e louvor, bem como as vozes para adorá-Io. As atividades relacionadas com a música dão mais satisfação as crianças. Quando bem conduzidas, constituem um excelente recurso para o aprendizado da Palavra de Deus.

3) Oração - Enfatize a importância de uma criança realizar a oração. As crianças precisam conhecer o eu valor, pois a oração tem vencido obstáculos, guerras e curado enfermidades de todas as espécies e ressuscitado mortos.

4) Leitura Bíblica - A Bíblia deve ser apresentada sempre no início, com muita reverencia à Palavra de Deus. A Bíblia é muito diferente de outros livros porque para ser compreendida é preciso a iluminação do Espírito Santo.

5) Memorização de Versículos - A memorização de versículos é de valor eterno, pois a Palavra é viva e eficaz. Só ela da o conhecimento de Deus. A Palavra memorizada conduz à criança a salvação ( 1 Pd 1.23). Versículos decorados podem livrar os pequeninos de pecar (Sl 119.9) e prepará-los para pregar as Boas-Novas aos coleguinhas (1 Pd 3.15), e fortalecer a fé (Sl 119.28).
Para ser apresentada, confeccione uma grande Bíblia de papelão e coloque em local de destaque. Na hora da memorização do versículo,                retire uma tira de papel com o texto escrito em letras grandes.
Confeccione também faixas com palavras coloridas, para que cada grupo etário fale uma, ao final todos falam juntos. Escolha o texto de acordo com o tema do culto. O dirigente deve saber o texto de cor, como o seu significado; leia o texto diretamente da Bíblia. Explique as palavras difíceis.  Explique o ensino principal do versículo de maneira clara e objetiva. Use um método diferente para a repetição do versículo, e repita sempre com a referência.

Especial - Esta é uma atividade para descontrair e alegrar as crianças. É para ficar com aquele gostinho de "quero-mais". Faça uma rápida apresentação dramatizada com algumas crianças ou professores, utilizando fantoches ou um musical animado com louvores conhecidos.

Testemunhos - Os testemunhos são uma forma de gratidão pelo amor de Jesus em curar enfermidades, salvar, abrir portas de emprego para os pais, resolver problemas difíceis na família e levar a vitórias no boletim escolar. Enfim, os testemunhos irão glorificar ao Senhor, edificar as crianças, desenvolver a confiança em Deus e motivá-Ias a caminhar na estrada da fé.

Oferta - A oferta faz parte do culto. Quando nada se oferta a Deus, o culto não pode ser perfeito. "E ninguém apareça vazio perante mim", Ez 23.15. Um culto sem oferta é um culto antibíblico, pois as ofertas representam a expressão de gratidão do adorador. As crianças precisam aprender que quando se recebe de Deus, devemos dar daquilo que Dele recebemos.
Relacione para os pequeninos a utilidade das contribuições: fazer construções, ofertar as famílias carentes, comprar bancos, cadeiras, pagar a luz, água, materiais em geral para a igreja, auxilio pastoral, comprar materiais de limpeza e higiene etc. Sempre leia para elas antes de ofertar um versículo sobre a importância da contribuição.

História bíblica - Muitos líderes são excelentes contadores de histórias porque trouxeram consigo esta aptidão; outros precisam adquiri-Ia através de muito esforço e preparo. Sem dúvida, é possível ser um bom contador de histórias, basta gostar de ler, gostar de crianças e reconhecer a importância da história para elas.
A pessoa responsável pela história precisa estar consciente de sua importância. Deve transmitir as emoções através da voz sem gritar e sem falar muito baixo. Falar com clareza, utilizando uma linguagem simples e objetiva; evitar repetições desnecessárias, pois chamam atenção da criança. Por isso tome cuidado com os chamados "tiques" de linguagem, como por exemplo: certo, ma!? Então, aí, entendeu?

Perguntas bíblicas - Tem por finalidade proporcionar as crianças momentos de alegria que enriquecem o conhecimento bíblico e dinamizam o culto ao final da história.

Convite para decisão - Ao apresentar a mensagem salvadora as crianças, devemos convida-las para que aceitem Jesus como o seu Salvador. Esse momento é importantíssimo, então o apelo deve ser claro. Os pequeninos precisam entender o seu significado. É recomendável que um material visual apropriado seja utilizado: cruz, céu, igreja, coroa etc
.
Distribuição de lembrancinha e lanche - Crianças gostam muito de receber lembranças, mesmo que sejam simples. O lanche também é recomendável porque elas estão em fase de crescimento, por isso estão sempre comendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário